Notícias

Inaugurada sede do Batalhão Rural que abrigará o Centro de Inteligência para monitorar o campo

A nova estrutura da Polícia Militar que buscará segurança para o produtor rural, já conta com 95 viaturas de alta performance, drones, uma rede de informação via satélite e outros sistemas que permitem maior agilidade para a prestação de serviço às fazendas, ameaçadas por criminosos. Esse monitoramento já é possível em tempo real.

O Centro de Comando e Controle do Batalhão Rural da PM-GO, é resultado dos esforços do Conselho de Segurança Rural de Goiás (CONSEG-Rural), Fundepec-Goiás, FAEG/SENAR, Sindicatos Rurais, Governo do Estado de Goiás, Polícia Militar, Secretaria de Segurança Pública e Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

O patrulhamento rural georreferenciado, já é modelo para vários estados brasileiros. Inclusive para o trabalho da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, como destacou Carlos Leonel, responsável pelo suporte de segurança e projetos.

Joaquim Guilherme Barbosa de Souza, presidente do Fundo para o Desenvolvimento da Pecuária em Goiás – Fundepec, explicou que a instituição doou uma quantia significativa de R$ 250.000,00 para a reforma do prédio da unidade que funciona à Rua 5, na Vila Abajá em Goiânia.

Salientou o presidente do Fundepec-Go que essa doação, é dinheiro do produtor rural que está sendo usado em seu benefício pois a segurança no campo, é uma antiga discussão que não saía do papel e agora tornou-se realidade.

Para Rodney Miranda, secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás, esse reforço é resultado de uma soma de parcerias que só deve crescer.

O governador do estado Ronaldo Caiado também fez questão de reforçar o trabalho de todos em seguimentos envolvidos em parceria com a Polícia Militar que tem reduzido cada vez mais a atuação das quadrilhas no campo. Segundo o governador Caiado, desde que assumiu o governo, em Goiás cerca de 112 quadrilhas já foram desarticuladas e o cerco a esses criminosos se tornará cada vez mais efetivo.

O evento realizado em Goiânia, contou com a participação de centenas de convidados especiais entre civis e militares, dirigentes de sindicatos rurais, políticos, empresários, representantes das polícias civil de Goiás e de Brasília e até mesmo do Exército.

O governador Ronaldo Caiado enalteceu também o trabalho das polícias civil e militar do Distrito Federal que têm dado suporte às ações das autoridades goianas dando proteção às fazendas e sítios no Entorno de Brasília, cuja situação há algum, tempo era insuportável em termos de ameaças de criminosos.

O trabalho da Polícia Militar goiana visando dar maior segurança ao homem do campo, começou com uma unidade da PM em Catalão no Sudeste do Estado pelo Tenente Roldão. Esse trabalho cresceu foi encampado pela corporação e hoje é referência nacional, e já causou expectativas sobre seu funcionamento por alguns seguimentos da Colômbia e do Japão e vários Estados da Federação. Hoje ele está presente em todo o Estado de Goiás,

Para ter sua propriedade monitorada, o produtor rural deve se cadastrar buscando informações junto à unidade da Polícia Militar mais próxima ou Sindicato Rural. O telefone disque denúncia para buscar ajudar da PM já está à disposição dos interessados. É o (62) 99631-4340.

Texto e Fotos: Imprensa Fundepec-Goiás