Notícias

Com nova alta, frango vivo de Minas supera o de São Paulo

Faltam apenas cinco centavos para o frango vivo de Minas Gerais retornar à cotação de R$3,40/kg. Que não é a melhor de 2019, mas que vigorou por mais tempo – 87 dias – no presente exercício.

Um novo salto nesse sentido foi registrado ontem (3), ocasião em que o produto obteve outro ajuste de cinco centavos – segundo do mês e sexto dos últimos 15 dias. Em decorrência, os negócios, efetivados à razão de R$3,35/kg, voltaram a superar a cotação praticado no interior de São Paulo, onde o frango vivo permanece nos R$3,30/kg há quase 16 semanas (por ora, 108 dias).

A época do mês (momento de chegada dos salários ao mercado) é particularmente propícia à valorização do produto. Mas para São Paulo continua prevalecendo a tendência de estabilidade, visto que o mercado paulista permanece calmo para o frango vivo, apesar de uma forte valorização da ave abatida.

Já em Minas, onde os frequentes reajustes não alteraram a firmeza do mercado, mantém-se a possibilidade de novos ajustes. A perspectiva de ultrapassar-se os R$3,40/kg está, agora, muito próxima.